BRONQUITE CRÔNICA


[espanhol] [portugués] [informação alfa-1] [boletim informativo] [donativos]

[informate] [grupos de apoio] [links] [deteção e registo] [ponto de encontro] [referencias] [list]

[temas de interesse] [novo] [contácta-nos]


INFORMAÇÃO ALFA-1  

 

FONTE: Associação Americana do Pulmão

 www.lungusa.org

bronquitis_cronica.jpg (7035 bytes)QUE É A BRONQUITE CRÔNICA?

A bronquite é uma inflamação do recobrimento dos tubos bronquiais. Estes tubos, os brônquios, conectam a traqueia aos pulmões. Quando os bronquios estão inflamados e/ou infectados, entra e sai menos ar dos pulmões e tosse-se muito esputo/escarro ou fleuma. Esta é a bronquite. Muitas pessoas sofrem um ataque breve de bronquite aguda, com tosse e produção de esputo quando tenhem resfriados intensos. Em geral, a bronquite aguda não causa febre.

A bronquite crônica se define como a presência duma tosse que produz esputo a maior parte dos días do mês, três meses dum ano, em dois anos sucessivos e sem outras doenças subjacentes para justificar a tosse. Pode proceder ou acompanhar a enfisêma pulmonar.

QUE OCASIONA A BRONQUITE CRÔNICA?

O cigarro é a causa mais comum da bronquite crônica. Os tubos bronquiais das pessoas com bronquite crônica também podem ter estado irritados inicialmente por infecções bacterianas ou virais. A contaminação do ar, os pós e as emanações industriais também são causas.

Uma vez que os tubos bronquiais estiveram irritados durante um período de tempo prolongado,  produz-se esputo excessivo e constante, o recobrimento dos tubos bronquiais torna-se mais grosso, surge uma tosse irritante, o fluxo de ar pode diminuir e os pulmões estão em perigo. Nessa etapa, os tubos bronquiais passam a ser um lugar ideal para a incubação das infecções.

QUEM  ADOECE DA BRONQUITE CRÔNICA?

A bronquite crônica afecta a pessoas de todas as idades, mas é mais comum nos indivíduos maiores de 45 anos de idade. A bronquite crônica aparece consistentemente com maior frequência entre as mulheres que entre os homens.

Independentemente do seu trabalho e do seu estilo de vida, as pessoas que fumam cigarros são as mais propensas a contrair bronquite crônica. Mas os que trabalham em certos empregos, especialmente em entornos com grandes concentrações de pó e emanações irritantes, também estão em alto risco de contrair esta doença.

As mayores incidencias de bronquite crónica se acham entre os mineiros de carvão, os que trabalham em cereais, os que trabalham em metalúrgica e outros trabalhadores expostos ao pó.

Os síntomas da bronquite crônica pioram quando aumentam as concentrações de dióxido sulfúrico e de outros contaminantes do ar. Estes síntomas intensificam-se quando os indivíduos também fumam.

QUE TÃO GRAVE É A BRONQUITE CRÔNICA?

A miúdo as pessoas não prestam atenção á bronquite crônica até que está numa etapa avançada, porque crêem erradamente que esta doença não ameaça a vida. Quando o paciente finalmente vai ao médico, com frequência os seus pulmões estão sériamente lesionados. Nesse caso o paciente pode estar em perigo de contrair problemas respiratórios graves ou de ter um ataque cardíaco.

COMO ATACA A BRONQUITE CRÔNICA?

A bronquite crônica não ataca de maneira repentina. Depois de que um resfriado de inverno parece estar curado, pode-se seguir tossindo e produzindo grandes quantidades de fleuma durante várias semanas. Devido a que as pessoas que contraiem bronquite crônica a miúdo são fumadores, tendem a pensar que a tosse é sómente “tosse do fumador”.

Com o passo do tempo, os resfriados causam cada vez mais dano. Em cada resfriado, a tosse e a fleuma duram cada vez mais tempo.

Sem dar-nos conta, começamos a tomar esta tosse e esta produção de fleuma como coisa normal. Depressa estão presentes todo o tempo; antes dos resfriados, durante os resfriados, depois dos resfriados e todo o ano. Em geral, a tosse é pior pela manhã e em tempo frio e húmido. Cada dia pode-se tossir uma onça ou mais de fleuma amarela.

COMO TRATAR A BRONQUITE CRÔNICA?

O objetivo principal do tratamento da bronquite crônica é reduzir a irritação dos tubos bronquiais. O descobrimento dos antibióticos ajudou a tratar as infecções agudas relacionadas com a bronquite crônica. Embora, a maioria das pessoas com bronquite crônica não necessitam tomar antibióticos constantemente.

Pode-se receitar fármacos broncodilatadores para ajudar a relaxar e a abrir as vias aéreas nos pulmões, se há uma tendência a que se fechem. Estes fármacos podem-se inalar em aerosol ou serem tomados como pastilhas.

Para controlar a bronquite crônica de maneira efetiva é necessário eliminar as fontes de irritação e de infecção no nariz, na garganta, na boca, nos seios paranasais e os tubos bronquiais. Isto significa que as pessoas afectadas devem evitar o ar contaminado e trabalhar onde há muito pó. Ademais, devem deixar de fumar.

Se a pessoa com bronquite crônica está exposta ao pó e ás emanações no trabalho, o médico poder-lhe-á sugerir-lhe que mude de trabalho. Todas as pessoas com bronquite crônica devem elaborar e seguir um plano de vida saudável. Melhorar a saúde em geral também aumenta a resistência do corpo ás infecções.

boton_inicio_pagina.jpg (2243 bytes)


Última revisión en 05/06/2012


[espanhol] [portugués] [informação alfa-1] 

[boletim informativo] [donativos] [informate] [grupos de apoio] [links]

[deteção e registo] [ponto de encontro] [referencias] [site] [temas de interesse]

 [novo] [contácta-nos]


A informação apresentada na página web não deve ser um substituto da recomendação

 ou tratamento médico. A Fundação recomenda que consulte com

 o seu médico ou profissional da saúde. 

Traduzido por: Amadeu José Ferreira Monteiro

Tel. (34) 933-574-724

E-mail: amadeujfmonteiro@hotmail.com


Esta página é administrada pela Fundação Alfa-1 de Porto Rico.

Fundação Alfa-1 de Porto Rico

PMB 318, 2000 Carr. 8177, Suite 26

Guaynabo, Puerto Rico (USA) 00966-3762

Tel. 787-647-7073

E-mail: info@alfa1.org