MEDICINA NATURAL


[espanhol] [portugués] [informação alfa-1] [boletim informativo] [donativos]

[informate] [grupos de apoio] [links] [deteção e registo] [ponto de encontro] [referencias] [list]

[temas de interesse] [novo] [contácta-nos]


TEMAS DE INTERESSE   

CARDO  LEITEIRO 

 MEDICINA NATURAL PARA AS DOENÇAS HEPÁTICAS CRÔNICAS 

Autora: Dra. Silvia Jimenez, M.D. 

O fígado é o órgão de maior tamanho e complexidade metabólica do organismo. Possui uma enorme capacidade de regeneração, em resposta a diferentes agressões como tóxinas, álcool, medicamentos e muchos outros. 

Independentemente de qual tenha sido a origem da doença que apresenta o fígado, a meta para o tratamento é tratar  de diminuir o dano á célula hepática e potencializar os processos de reparação do órgão. 

Em 1968, científicos alemães isolaram o Silymarin marianum, extrato da erva Cardo leiteiro/Cardo mariano ( Milk thistle/Mary thistle/wild artichoke) e é agora uma das ervas indicadas com maior frequência pelos médicos europeus para o tratamento da doença hepática. 

Diferentes estudos demonstraram a atividade terapêutica de Silymarin, basada  nos seguintes mecanismos de acção. 

  • O Silymarin é uma mistura de flabolignans, potentes antioxidantes.
  • Muda a estrutura da membrana externa ou parede celular da célula hepática (hepatócito), prevenindo que as toxinas ou outros poluentes entrem na célula.
  • Estimula a síntese de proteínas na célula hepática e a regeneração de células hepáticas danificadas. O Silymarin não estimula o crescimento de tecido hepático maligno.
  • Inibe a enzima lipoxygenase, que cataliza a reação para a formação de gorduras oxidadas poliinsaturadas que danificam o fígado.
  • Como antioxidante é 10 vezes mais potente que a vitamina E, e aumenta os niveis de glutathion na célula hepática. O glutathion é um antioxidante natural itracelular, muito importante para evitar mutuações do DNA e RNA.
  • Aumenta a enzima superóxido dismutase. Esta enzima em conjunto com a enzima glutathion peroxidasa são fundamentais na detoxificação e regeneração da célula hepática. 

A comissão alemã (organismo que regula a prescrição de tratamentos com plantas medicinais) recomenda o Cardo leiteiro para o tratamento do dano hepático por toxicidade, como suporte nas doenças inflamatórias crônicas do fígado e cirrose. A erva contém cromo, importante para a regulação dos niveis de açúcar no sangue e outros minerais importantes para outras funções do organismo como ferro, magnésio, manganês, fósforo, selênio, zinco e estanho. 

Estudos feitos em animais com dano hepático por tetracloruro de carbono, tiocetamida e vírus, os investigadores demonstraram a efetividade do Cardo Leiteiro na diminuição dos efeitos tóxicos, na melhoria da função hepática e a supervivência. 

Um dos estudos mais importantes foi levado a cabo em Europa com pacientes que acidentalmente tiinham ingerido o fungo Amanita Muscaria (chamado também “O Boleto do Diabo”). A morte sobrevém em 30 a 40 por cento destes pacientes e é por toxidade hepática. Embora, de 49 pacientes tratados com Cardo Leiteiro nas primeiras 24 a 36 horas depois da investigação do fungo, nenhum morreu. 

Num estudo a grande escala realizado em Alemanha em 1992 com 2,637 pacientes tratados com Cardo Leiteiro em condições como cirrose hepática, hepatite e fígado gordurento, depois de 8 semanas tomando o extrato estandarizado da erva, 63 por cento dos pacientes haviam diminuido os seus síntomas de forma significativa; em 27 por cento dos pacientes os seus fígados voltaram ao tamanho normal; e em 56 por cento dos pacientes o fígado diminuiu de tamanho de uma forma considerável. Em 46 por cento dos pacientes, a medição no sangue das enzimas hepáticas que nestes casos estão muito elevadas, diminuiu. 

A erva Cardo Leiteiro pode-se tomar por longos períodos de tempo sem perigo de toxidade. 

Se você tem doença hepática siga as seguintes recomendações: 

  • Siga uma dieta á base de vegetais e frutas; e, sobretudo, baixa em proteínas e gorduras.
  • Evite o álcool e o tabaco. Não consuma suplementos de amino ácidos ou proteínas.
  • Tenha muito cuidado com qualquer tratamento, quer seja médico ou natural que esteja tomando, porque a maioria dos medicamentos têm seu metabolismo no fígado e não é conveniente dar-lhe uma maior carga (se não é estritamente necessário ou recomendado pelo médico).
  • Evite estar exposto a tóxicos de origem industrial (vapores de autos, gasolina, solventes, etc).
  • Tome pelo menos 6 a 8 copos de água ao dia.
  • Os banhos sauna ou de vapor são recomendáveis (a não ser que o seu médico o contra-indique). A sudoração ajuda na limpeza de toxinas do corpo.
  • Tome chá da erva Dente de Leão (dandelion), diurético natural que ajuda ao fígado. 

REFERÊNCIAS 

  • “Alternatives Therapies – Milk thistle: Silybum marianum”, Pepping, J., AM J HEALTH-SYST PHARM, Vol. 56, Jun. 15, 1999, Págs, 1195-1197. 
  • “Milk Thistle (Silybum marianum) for the Therapy of Liver Disease”, Kenneth, F., et.al, AMERICAN JOURNAL OF GASTROENTEROLGY, Vol. 95, No. 2, 1998, Págs. 139-143. 
  • “Silymarin SupprEsses TNF-Induced Activation of NF-kB, c-Jun N-Terminal Kinase, and Apoptosis”, Manna, Sunil K., et.al, JOURNAL OF INMUNOLOGY, adeitado para publicação em Set. 1999, Págs. 6800-6809. 
  • “A Review of Plants Used in the Treatment of Liver Disease: Part I”, Luper, S., ALTERNATIVE MEDICINE REVIEW, Vol. 3, Núm. 6, 1998, Págs. 410-421. 
  • “Gastroprotection Induced by Silymarin, the Hepatoprotective Principle of Silybum marianum, in Ischemia-Reperfusion Mucosal Injury: Role of Neutrophils”, Alarcón de la Lastra C., et.al., PLANTA MED, 61(1995), Págs. 116-119. 
  • “An adverse reaction to the herbal medication milk thistle (Silybum marianum, Adverse Drug Reactions Advisory Committee, MJA, Vol. 170, 1 de março, 1999, Págs. 218-219. 

    Última revisión en 05/06/2012


    [espanhol] [portugués] [informação alfa-1] 

    [boletim informativo] [donativos] [informate] [grupos de apoio] [links]

    [deteção e registo] [ponto de encontro] [referencias] [site] [temas de interesse]

     [novo] [contácta-nos]


    A informação apresentada na página web não deve ser um substituto da recomendação

     ou tratamento médico. A Fundação recomenda que consulte com

     o seu médico ou profissional da saúde. 

    Traduzido por: Amadeu José Ferreira Monteiro

    Tel. (34) 933-574-724

    E-mail: amadeujfmonteiro@hotmail.com


    Esta página é administrada pela Fundação Alfa-1 de Porto Rico.

    Fundação Alfa-1 de Porto Rico

    PMB 318, 2000 Carr. 8177, Suite 26

    Guaynabo, Puerto Rico (USA) 00966-3762

    Tel. 787-647-7073

    E-mail: info@alfa1.org

               

 

thunder 14s michael kors outlet concord foamposites louis vuitton outlet Michael Kors Outlet coach factory outlet thunder 14s louis vuitton outlet foamposites shooting stars louis vuitton outlet Louis Vuitton Outlet louis vuitton outlet jordan 3 wolf grey sport blue 3s jordan 3 sport blue michael kors outlet louis vuitton outlet louis vuitton handbags coach factory outlet sport blue 6s